Sobre o Museu

Logo Provisória

Registro Museusbr
Código: 1.33.62.4307Nº
SNIIC: SP-13258

Definição da Instituição
O Museu do RPG guarda e apresenta “sonhos, sentimentos, pensamentos e intuições que ganham corpo através de imagens, cores, sons e formas”[1]. É ponte, porta e janela “que ligam e desligam mundos, culturas e pessoas diferentes.”[1]

Somos um grupo de pessoas físicas apaixonadas por RPG – Roleplaying Game –, interessadas em preservar a memória e divulgar a cultura do RPG, bem como difundir os benefícios da prática mesmo à humanidade.

– Objeto
O objeto do Museu do RPG é trabalhar e difundir o Roleplaying Game (em português: jogo de interpretação de papéis) em suas diversas manifestações, tais como o RPG de mesa, live action, jogos digitais, ferramentas de jogos através da internet, RPG de cartas e demais modalidades já existentes e a serem criadas.

– Histórico da instituição
Criado com o objetivo de mostrar à sociedade a cultura do RPG – Roleplaying Game –, o Museu do RPG foi pensado de forma a atingir o público mundial, sendo em um primeiro momento inaugurado em 04/06/2016, no site da internet http://museurpg.wix.com/museurpg com o intuito de apresentar ao público a ideia inicial do projeto.

Na internet, pesquisamos previamente a existência de museus com o mesmo tema e em um cenário internacional percebemos a existência de “Wikias” com guias/listagens de jogos e um Museu do RPG em inglês (http://rdushay.home.mindspring.com/Museum/Index.html) com galerias virtuais e histórico do RPG, sendo inclusive uma das fontes de acervo para nosso projeto.

Os demais sites encontrados na pesquisa, demonstraram apenas a nomenclatura de “Museu” ou “Museum”, entretanto não evidenciamos a existência de websites brasileiros com o intuito de preservar a memória e a cultura do RPG.

– Missão
Valorizar, preservar, expressar, democratizar o acesso, articular e difundir a memória e o patrimônio cultural do RPG e sua presença no cenário cultural mundial, promovendo o conhecimento, o entretenimento, a discussão e a reflexão crítica do tema através da pesquisa, exposição, salvaguarda, propagação, envolvimento do público e demonstração de como a expressão desta cultura é benéfica à sociedade.

– Visão
Ocupar posição de referência nacional e internacional em preservação, pesquisa e divulgação do RPG – Roleplaying Game.

– Valores e princípios
Apaixonados por RPG e cientes dos benefícios que o mesmo traz para a vida das pessoas, estes são nossos valores e princípios:

Paixão pelo nosso trabalho;
Ética na atuação, gestão de recursos e patrimônio sob nossa responsabilidade;
Profissionalismo na gestão;
Respeito nas relações interpessoais, institucionais, profissionais e aos direitos autorais à luz da Lei 9.610/1998;
Promoção à cidadania e ao multiculturalismo;
Compromisso com a preservação, difusão e investigação;
Estimulo à reflexão crítica;
Inclusão e extensão social e cultural;
Contrapartida educativa;
Interatividade com o público.

– Objetivos
O objetivo geral da instituição é administrar, supervisionar e gerenciar a coleção visitável do Museu, garantindo o reconhecimento, a valorização, a preservação, a pesquisa e a difusão do patrimônio material e imaterial sobre o RPG no cenário nacional e internacional, garantindo que os recortes temáticos, cronológicos e geográficos definidos no projeto sejam abordados de forma interativa nas ações de comunicação da instituição, com linguagem de fácil entendimento por diferentes públicos.

Objetivos específicos:
Proporcionar amplo acesso ao Museu, às coleções visitáveis, às exposições e todas as atividades por ele desenvolvidas;
Pesquisar os conteúdos da coleção visitável e das exposições temporárias, dando-lhes ampla divulgação;
Apresentar a coleção visitável de forma contextualizada;
Respeitar a integridade da coleção visitável, mantendo sua relação atualizada;
Divulgar resultados de ações de pesquisa, preservação, contas e registro de referências;
Procurar obter a melhor qualidade nos projetos e programas institucionais;
Desenvolver ações educativas no âmbito do objeto da instituição voltadas a diversos segmentos de público, aliando conteúdos etnológicos, antropológicos, históricos, ambientais, etc., proporcionando o intercâmbio cultural entre profissionais, estudantes, entidades, instituições museológicas, agentes da Sociedade Civil, Poder Público e iniciativa privada;
Incluir o RPG em sistemas pedagógicos, especialmente em ambientes escolares
Promover diferentes visões sobre as temáticas do Museu com o objetivo de formar opinião crítica no público;
Propor, realizar e promover cursos, palestras, workshops e projetos em geral que viabilizem o acesso qualificado da população ao objeto da instituição;
Promover ações que fortaleçam a autoestima positiva dos jogadores de RPG
Criar canais de participação da comunidade nos programas institucionais;
Contribuir ativamente para a formação de público da instituição, incluindo grupos sociais diversificados e/ou marginalizados, incluindo aqueles em situação de vulnerabilidade social e pessoas com deficiência e mobilidade reduzida;
Assegurar a manutenção e segurança das edificações físicas que por ventura forem utilizadas para o desenvolvimento do trabalho da instituição;
Estabelecer parcerias com o Poder Público e iniciativa privada para a ampliação do patrimônio histórico, artístico e cultural da instituição;
Celebrar contratos, convênios, parcerias, termos ou acordos que contribuam para a preservação e divulgação do Museu e de seu acervo.

– Tipologia
O Museu do RPG é temático. Inicialmente, optamos pela apresentação de um Museu Virtual, com a elaboração de um site/portal. Futuramente, pretendemos abrir uma localidade física.
Segundo Santos e Lima[2], que citam Malaraux (1947), o museu virtual pode ser entendido como um ambiente museológico desprovido de paredes, relacionando o real na interação do mundo material e virtual. Há a possibilidade de os museus virtuais serem estendidos em CD, DVD e VHS, possuindo acesso remoto do público.

Segundo Piacente (1996), o museu no mundo virtual apresenta informações bem detalhadas sobre o acervo e pode manter visitas virtuais, projetando o museu na virtualidade e transformando muitas vezes a internet em uma espécie de reserva técnica de exposições, por mostrarem aquelas exposições temporárias que não se encontram mais montadas em seu espaço original. Assim, pode-se disponibilizar base de dados do acervo mostrando objetos que não se encontram em exposição naquele momento e informações pormenorizadas sobre determinado assunto.

– Público Alvo
Nosso público alvo é toda a humanidade, em especial jogadores de RPG, amigos do Museu, público espontâneo e comunidades.

[1] Conceito, criação e tipologias de museus. Disponível em: <https://prezi.com/qc3lzjlflidv/conceito-criacao-e-tipologias-de-museus/>, consulta realizada em 05/06/2016.
[2] Museu e suas tipologias: o webmuseu em destaque. SANTOS, Plácida Leopoldina Ventura Amorim da Costa e LIMA, Fábio Rogério Batista. Disponível em: <www.ies.ufpb.br/ojs/index.php/ies/article/download/16244/11491>, consulta realizada em 05/06/2016.